Alexandre de Moraes manda presidente do PTB depor para explicar insinuação de almoço

0
893

Alexandre de Moraes determinou nesta terça-feira, 8, que a Polícia Federal tome o depoimento da presidente do PTB, Graciela Nienov (foto), no prazo máximo de cinco dias.

O ministro do STF quer que Nienov explique áudios de conversas em um grupo de WhatsApp com dirigentes partidários em que ela insinua que teria um almoço com ele. “Em janeiro eu vou ter que ir lá almoçar com o Alexandre. Fiz esse compromisso. Paciência. Bora lá”, diz no áudio a presidente do partido.

O episódio foi um dos motivos que levaram Roberto Jefferson, preso por determinação de Moraes, a exigir de volta o comando do PTB. Para o ex-deputado, as gravações são prova cabal da traição da ex-aliada. Em nota, o ministro do STF negou ter se reunido com Nienov.