Brasil, rotas do Tráfico.

0
319

Dono da quarta maior malha rodoviária do mundo, até 2018 o Brasil possuía apenas 12,4% de suas estradas pavimentadas e, em 2021, ocupamos a sexta posição global em números de veículos. A recuperação das rodovias é uma pauta prioritária no governo Bolsonaro, recentemente, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas inaugurou 203 quilômetros na BR 050 (trecho entre Goiás e São Paulo) e é aí que entra um dos maiores problemas do país: o Tráfico de Drogas pelas rodovias. Como dito anteriormente, o Brasil possui uma das maiores frotas de automóveis do mundo e não é uma tarefa fácil manter uma fiscalização eficiente de tantos veículos. Nos últimos anos, o Brasil teve um aumento significativo no consumo de drogas – e a política do “fique em casa” contribuiu muito para isso – e o combate ao narcotráfico, com a ajuda do STF, não acompanhou esse crescimento, infelizmente. Atento a isso, temos visto uma movimentação eficiente por parte das polícias em todo o país, com destaque a Polícia Rodoviária Federal, que tem dado prejuízo dantesco ao crime organizado com a apreensão de cerca de 400Kg de cocaína pura em uma rodovia federal do Rio de Janeiro em 09 de outubro, além das 36,5 TONELADAS de drogas apreendidas no Mato Grosso do Sul pela Polícia Militar Rodoviária, em julho deste ano. Vale ressaltar que o estado do Mato Grosso do Sul é hoje a maior porta de entrada do tráfico internacional de drogas do Brasil. A Polícia Federal não fica atrás sendo que, em 20 de outubro, prendeu o primo do Senador Davi Alcolumbre, o ex-deputado estadual pelo Pará, Isaac Alcolumbre, pelo crime de tráfico internacional de drogas. “Com o aprofundamento do trabalho da PF no Amapá, chegou-se a uma grande e articulada organização criminosa com participação de brasileiros e estrangeiros, voltada à prática de diversos crimes, notadamente o tráfico internacional de drogas, por meio de uma rota que passava por países da América do Sul, principalmente Colômbia e Venezuela e tinha o estado do Amapá como uma de suas bases logísticas fundamental”, disse a PF, em nota. As apreensões mostram uma íntima relação entre o narcotráfico e a política no Brasil. Mas este é um assunto para ser tratado em outra rota.

Fontes: Ministério da Justiça, Denit – 22/10/2021