DITADURA SANITÁRIA: lateral da seleção é cortado por não ter se vacinado

0
1388

Entre as ausências na lista de convocação do técnico Tite, uma chamou mais atenção que as demais: Renan Lodi. O lateral-esquerdo do Atlético de Madrid foi titular durante boa parte do ciclo para a Copa do Mundo do Catar, mas, segundo o treinador, o atleta “perdeu a oportunidade de concorrer” por não ter se vacinado contra a Covid-19.

“O que posso antecipar é que o Renan Lodi não pôde ser convocado pela não vacinação. Ele perdeu a oportunidade de concorrer”, afirmou Tite. “Eu, particularmente, entendo que a vacinação é uma responsabilidade social. Eu trago comigo. Eu e minha família. Eu e meus netos. Queria ter meus pais, não tenho. Mas queria poder protegê-los”, justificou.

Tite ainda complementou sua resposta argumentando que a decisão se deu também considerando o contexto de outros países, que exigem o “passaporte” de vacinação. “Segundo aspecto é respeitando a parte das autoridades sanitárias de cada país. Renan Lodi não poderia entrar no Equador.