Governo Federal entrega caminhões do PAA e cestas de alimentos pelo Brasil Fraterno, no Tocantins

0
373

Ministro João Roma fez entrega simbólica de 38.804 cestas de alimentos, em Palmas, e de 19 caminhões que beneficiarão agricultores familiares.

 

ministro da Cidadania, João Roma, acompanhado do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, esteve em Palmas, capital do Tocantins, para entrega simbólica de cestas de alimentos da iniciativa Brasil Fraterno. Também foram entregues caminhões que beneficiarão agricultores inscritos no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A ação representa um investimento do Governo Federal superior a R$ 3,5 milhões.

“Por meio do Programa de Aquisição de Alimentos o Governo Federal une duas faces da realidade: em uma ponta fortalecemos a agricultura familiar e na outra destinamos os alimentos à população em situação de vulnerabilidade. Somente aqui, no estado do Tocantins, 536 mil pessoas foram atendidas”, declarou o ministro João Roma, durante as entregas, realizadas na ação “Isso É Cidadania”.

No Tocantins foram contempladas as prefeituras e secretarias de Agricultura das cidades de Alvorada, Ananás, Aragominas, Axixá do Tocantins, Barrolândia, Dois Irmãos do Tocantins, Fátima, Itaguatins, Miranorte, Nazaré, Nova Olinda, Novo Acordo, Palmeirópolis, Pedro Afonso, Pequizeiro, Ponte Alta do Bom Jesus, Santa Fé do Araguaia, Silvanópolis e Sítio Novo do Tocantins.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, que também participou da atividade, destacou a importância do trabalho do Governo Federal na área social. “Cuidar dos mais carentes não pode ser tutela de nenhuma ideologia, cuidar dos mais carentes é uma conquista de toda a sociedade brasileira”, afirmou.

Iniciativa Brasil Fraterno

Além da entrega dos caminhões, Palmas foi contemplada com a distribuição simbólica de 38.804 cestas de alimentos para famílias de indígenas e quilombolas. Ao todo foram 853 toneladas de alimentos que beneficiarão 9.701 famílias. O Brasil Fraterno vem colecionando parceiros e ampliando o alcance.

No Tocantins, a distribuição de cestas veio da parceria com o Sistema S e o Agro Fraterno, com doações da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), entidade vinculada à Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária no Brasil (CNA).

O Ministério da Cidadania integra as políticas públicas de assistência e desenvolvimento social, além de fazer a articulação de organismos públicos e privados. O resultado é a arrecadação crescente de cestas de alimentos que estão chegando às comunidades mais carentes dos municípios brasileiros.

Fonte: Ministério da Cidadania