Omar Aziz: o campeão da gastança de 2021

0
1586

Omar Aziz liderou os gastos com a cota parlamentar em 2021, segundo levantamento com base nas notas fiscais apresentadas para o devido ressarcimento até esta segunda-feira (27).

 O senador que presidiu a CPI da Covid gastou R$ 527,6 mil com dois tipos de despesas: passagens aéreas (R$ 217,6 mil) e serviços de comunicação e marketing (R$ 310 mil).

Em segundo lugar nos rankings dos que mais torraram o chamado cotão — dinheiro público a que todo congressista tem direito para gastar com quase tudo o que você imaginar –, aparece o petista Rogério Carvalho, de Sergipe.

 

Os 10 senadores que mais gastaram em 2021

 

Omar Aziz (PSD-AM): R$ 527 mil

Rogério Carvalho (PT-SE): R$ 496 mil

Lucas Barreto (PSD-AP): R$ 492 mil

Telmário Mota (Pros-RR): R$ 487 mil

Paulo Rocha (PT-PA): R$ 466 mil

Zequinha Marinho (PL-PA): R$ 462 mil

Mailza Gomes (PP-AC): R$ 457 mil

Roberto Rocha (PSDB-MA): R$ 440 mil

Weverton Rocha (PDT-MA): R$ 439 mil

Eliziane Gama (Cidadania-MA): R$ 429 mil 

 

Já em 2020, o senador Paulo Rocha, do PT do Pará, bateu recorde de gastos da cota parlamentar no Senado. Totalizando R$ 451 mil, o senador gastou, principalmente, com contratação de serviços de apoio parlamentar e serviços de locomoção, hospedagem, alimentação e combustível.

 

Em 2019, o senador Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado, foi o parlamentar federal com os maiores gastos públicos do Congresso. O gabinete do petista teve despesas de R$ 607,4 mil para custear suas atividades.

 

Fique por dentro de tudo que acontece diariamente na política, assistindo os vídeos de nossos parceiros: https://www.youtube.com/watch?v=PHn-Fd1okKQ