Queda de cabelo pós COVID-19

0
436

Dr. Marcos Falcão  e Dra Nataly Falcão  (Dermatologista)

 

Queda de cabelo pós COVID-19 

Por que ocorre e como resolver?

Queixa bastante frequente em pacientes que tiveram COVID-19, a queda de cabelo pode ocorrer cerca de 1- 3 meses  após o quadro infeccioso. Ocorre por uma interrupção da fase de crescimento dos cabelos (fase anágena) que passam rapidamente para a fase de queda capilar (fase telógena).

A causa pode ser pela própria infecção do vírus nos folículos, uso de medicamentos, estresse pela própria pandemia e microtrombos que podem prejudicar a circulação no próprio folículo piloso.

O interessante é que mesmo pessoas que não apresentaram sintomas podem desenvolver o quadro de queda de cabelo. Porém, a queda pode ser mais intensa de acordo com a gravidade do quadro de COVID-19.

Algumas pessoas também podem desenvolver uma sensação dolorosa em couro cabeludo, vermelhidão, descamação e sensibilidade alterada no local.

A boa notícia é que, na maioria dos casos, o quadro é autolimitado, ou seja, a queda de cabelo vai cessar, e os fios voltam a crescer normalmente, porém, se esse quadro durar mais que 3 meses ou for muito intenso, é importante procurar uma dermatologista para avaliar a necessidade de realizar alguns exames laboratoriais e o exame de tricoscopia no couro cabeludo,  e analisar outras possibilidades de queda, que podem perpetuar esse quadro de queda capilar.

 

Dra. Nataly Falcão

Dermatologista SBD/AL

CRM/AL 5310 RQE 3032

Instagram: @natalydermato

Dr. Marcos Falcão

CRM/AL 8608

@DrMarcosFalcao , Instagram e Twitter , Marcos Falcão no YouTube.